Como dieta Cetogenica pode melhorar a performance esportiva

Publicado:

A dieta cetogênica consiste em uma dieta com grande consumo de gordura, moderado em proteína e pouco carboidrato.

A escassez de carboidratos cria um estado de “cetose”, onde o organismo passa a usar os lipídeos (na forma de corpos cetônicos) como principal combustível.

Os corpos cetônicos são conhecidos como substrato para o cérebro durante períodos prolongados de fome.

Topico 2

A glicose é o principal fonte de energia para o cérebro. Durante a fome, quando a glicose não está disponível, o cérebro desenvolve a capacidade de usar um combustível alternativo: as cetonas.

O estado de cetose permite que o organismo use uma quantidade maior de gordura como combustível, poupando os estoques de glicogênio.

Esta gordura vem principalmente de ácidos graxos livres circulantes, corpos cetônicos e triglicerídeos intramusculares.

Tópico 3

Essa adaptação de substrato energético seria vantajosa para atletas de endurance, que são mais dependentes de glicogênio, uma vez que estes poderiam otimizar a utilização de gorduras.

Mas a redução da disponibilidade de carboidratos pode prejudicar o desempenho, pois os carboidratos são as fontes principais de combustível para exercícios intensos.

Sendo assim A dieta cetogênica não é uma ferramenta válida para aumento de performance tanto em exercícios de endurance, como em exercícios de força/potência.

Mas pode ser útil quando indivíduos eutróficos fisicamente ativos buscam reduzir o percentual de gordura sem perder massa ou função muscular.

Apesar de válida, para o propósito de perda de peso, não é uma estratégia muito aplicável, visto que o mesmo resultado (diminuição da gordura e perda de peso) pode ser atingido com estratégias menos drásticas e mais fáceis, que gerem maior adesão.